Pesquisar neste blogue

botões de seguimento

botão - loja

Imparare sempre - aprender... aprender!




































Apesar de não ser mais do que uma vez por ano, e mais ou menos sempre para o mesmo sítio, o meu trabalho leva-me de viagem. Na maior parte das vezes, o destino são feiras, mais ou menos sempre iguais, de maquinaria agrícola e industrial. Bom, desta vez, numa rara excepção houve um pequeno intervalo. Primeiro um pequeno passeio de barco por uma das lagoas de Veneza. Um verdadeiro mimo para os sentidos! Pensei que fosse enjoar ou ter algum receio, mas não! É mágico ir na proa do barco e sentir o vento na cara e os salpicos da água nos pés. "Sfortunatamente" não tirei fotografias (nem podia, pois as mãos eram poucas para me manter segura ao barco!)
































Depois de alguns compromissos, de reuniões, visitas a fábricas e demonstrações de produtos, houve uma  simpática pausa para visitar um "Caseifício" e uma "Distilleria" onde se podem apreciar respectivamente o melhor Grana Padano (rival do famoso Parmigiano Reggiano) e a Grappa Li.Di.A.
Adoro queijo, adoro a cozinha italiana, mas a "grappa" é mesmo das minhas coisas preferidas neste país. Cá não é muito comum uma mulher pedir uma água-ardente, diria mesmo que tenho algum embaraço em fazê-lo. Mas esta bebida em Itália é muito mais variada, com variadíssimos tipos de estágio, de sabores, há para todos os gostos: forte, morbida (suave), velha, nova, perfumada, seca... enfim enche-me as medidas!
 



































Bom, foi bom mudar o chão que piso, por dois dias apenas, o suficiente para trazer as "baterias carregadas" mas dispensava as 12 horas passadas no aeroporto de Barcelona à espera de ligação... Viagens compradas à pressa, falta de experiência... dá nisto! Mas onde se podia imaginar que um aeroporto (onde se efectuam milhares de escalas diariamente), não tinha uma única cadeira que possibilitasse um viajante deitar-se? Vi muita gente na mesma situação, a dormir no chão, que era de pedra, ou nas posições mais incríveis para contornar os braços das cadeiras... Uma senhora grávida inclusive, a andar de lado para o outro sem sítio decente para repousar... ai o design e a arquitectura que tantas vezes são só para "inglês ver"!

1 comentário: