Pesquisar neste blogue

botões de seguimento

botão - loja

Terras d'Aire e Candeeiros

Alfazema e Papoila, duas lindas e meigas jericas, mãe e filha.


Em Terras d'Aire e Candeeiros, podemos andar de burro, aprender ou só ouvir o Minderico, ver exposições várias de cerâmica, fotografia, escultura... ou participar numa das muitas oficinas que constituem as actividades do evento. Para os mais destemidos há o slide, escalada e um percurso de btt de 35Km...
Acima de tudo, vale a pena o contacto com a natureza, o experimentar de técnicas ou simplesmente o convívio.

Fomos de manhã, mas infelizmente não chegámos a tempo do passeio pelas grutas. Ficámo-nos por um workshop de gravura com materiais reciclados, que muito me lembrou das aulas de expressão plástica da primária, pelo à-vontade e liberdade de experimentação. À tarde participámos na aula de rakú, uma técnica antiquíssima japonesa, para vitrificar terra-cota. A meio desta, e como tínhamos que esperar que as peças cozessem, espreitámos o workshop de tecelagem. Pela primeira vez na vida, tive o privilégio de me sentar num tear a sério, de ver como se urde e se tece. Adorei!
Pela noite dentro, os espectáculos de música enchem o ar da serra, de sons e cores diferentes. É uma visita a repetir e que podem fazer até ao próximo domingo, ou se preferirem, a Quinta da Escola continua aberta todo o ano.

Casa de pedra, albergue da exposição de peças de cerâmica, na Quinta da Escola.

Uma das peças de cerâmica da autoria de José Siphioni numa instalação na gruta da quinta.

Líquenes maravilhosos sarapintam as pedras aqui e além.

Um louva-a-deus, entre muitos outros bichinhos que habitualmente não encontramos nas áreas mais urbanas.

1 comentário: